fbpx

Como se tornar um milionário? Essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem. Pablo Marçal, em entrevista, explica que não é qualquer um que consegue atingir esse objetivo. Ele aponta que é preciso ter uma mentalidade diferente daquela que a maioria das pessoas possui.

Pablo relata que cresceu em uma família de classe média baixa e frequentou escolas públicas na maior parte de sua vida. Ele lembra de um episódio em que seu pai, que dirigia um carro simples, foi zoado na frente da escola. Isso o marcou e fez com que ele percebesse como a cultura brasileira doutrina as pessoas a repudiarem a riqueza.

Ele afirma que, para se tornar próspero, é preciso deixar de lado a mentalidade linear e estabelecida. Isso significa que as pessoas precisam parar de torcer contra outras pessoas bem-sucedidas e se enxergarem como capazes de conquistar coisas grandes.

Pablo acredita que a inveja é algo perigoso e que as pessoas precisam aprender a lidar com ela. Ele destaca que existem dois tipos de inveja: a ativa e a passiva. Na passiva, a pessoa sofre por ver outras pessoas desejando o que ela tem. Já na ativa, a pessoa usa a inveja como motivação para buscar mais e melhor.

Ele dá um exemplo de como usar a inveja de maneira ativa. Quando visitou a casa de um bilionário, Pablo ficou impressionado com os carros de luxo que estavam na garagem. Em vez de se sentir mal por não ter aqueles carros, ele fechou os olhos e disse a si mesmo que não aceitaria menos do que aquilo para a sua vida. Esse é um exemplo de como transformar a inveja em motivação.

Em resumo, para se tornar um milionário, é preciso deixar de lado a mentalidade linear e enxergar a riqueza como algo possível e desejável. As pessoas precisam aprender a lidar com a inveja e usá-la como motivação, em vez de deixá-la corroer sua felicidade. É importante ter a mentalidade de que é possível conquistar grandes coisas e não ter medo de sonhar alto.